sexta-feira, 27 de maio de 2011

Londres II (Museus gratuitos)

Existem inúmeros museus e muitos deles gratuitos, em Londres. Visitamos o British Museum, a National Gallery, o Tate Modern, o Natural History Museum e o National Maritime Museum  (publicarei este no post de Greenwich)

O British Museum é o museu mais antigo do mundo e foi criado em 1753 para guardar a vasta colecção do médico Sir Hans Sloane. Tendo sido o primeiro grande museu público e gratuito, de todo o mundo, guarda, actualmente, mais de 6 milhões de peças, autênticos tesouros. Este museu tem 94 galerias (totalizando assim 4 Km) sendo as principais: Assíria, Egípcia, Grega, Romana, Asiática e a Europeia. Além das exposições fixas também existem algumas provisórias. Actualmente, existe uma com os tesouros arqueológicos sobreviventes do Afeganistão (depois da Guerra Civil e regime Talibã) que é paga e outra sobre a Austrália (gratuita).


O meu marido na entrada principal

O New Great Court foi inaugurado em 2000 e é a maior praça coberta da cidade.




Para ver todas as galerias é necessário um dia inteiro. Estivemos, apenas a manhã, a ver as galerias principais e as que mais nos interessavam. Assim vimos as amplas galerias do Egipto (uma das que mais gostei, podem-se aqui ver os procedimentos da  mumificação), da expansão Romana, da antiga Grécia,  do mundo Etrusco, da Turquia, da arte oriental e uma bonita exposição de relógios.









Este vaso Grego faz-me lembrar os livros de História (e eu que sempre gostei desta disciplina, não resisti a tirar algumas fotos e a colocar aqui uma).




Exemplo de obra Romana
Escultura do mundo Etrusco
Exemplar de obra oriental

Um bom sitio para meditar...

Exemplares de relógios na exposição (e acreditem que são mesmo muitos)


O National Gallery surgiu no século XIX e é o principal museu de arte de Londres, com 2300 pinturas desde o século XIII até ao século XIX. Tem uma das maiores colecções de pintura do mundo, especialmente do início do Renascimento Italiano e pintura Espanhola do século XVII. Existem aqui quadros dos melhores pintores: Velázquez, Rembrandt, Botticelli, Monet, Renoir e até um esboço de Da Vinci. Estes quadros são lindíssimos e gostei especialmente dos quadros de Ingres. E tive pena (mesmo muita) de não ter conseguido tirado quaisquer fotografias.


Dizem que Tate Modern é a mais importante galeria de arte moderna de todo o Reino Unido e exibe colecções de arte internacionais, de 1900 até à actualidade. Tem quadros de pintores famosos, tais como Picasso, Dali e Matisse. Mas, para ser sincera, não achei lá muita piada às galerias que vi, o edifício mais parece uma velha fábrica vista de fora, uma vez que esta galeria está alojada numa antiga central eléctrica.




E ao contrário deste último, o Natural History Museum é um museu tão bonito visto de fora como de dentro. A fachada de arquitectura românica é grandiosa.






 E o hall do museu é fantástico com os vitrais e as esculturas além do esqueleto de um dinossauro logo à entrada.






Fundado em 1881 como integrante do British Museum, embora actualmente seja independente, este museu possui 70 milhões de espécies divididas nos 5 ramos principais das ciências da vida e da terra (Botânica, Entomologia, Mineralogia, Paleontologia e Zoologia). 


Na galeria dos mamíferos, ao pé da baleia-azul, o maior mamífero do mundo

Vimos uma vasta e bonita colecção de rochas e minerais, um local (supermercado) que servia como simulador de sismos (é um bocado estranho sentir aquilo quando há tão pouco tempo sentimos um aqui, bem real, em Portugal) , uma colecção de fósseis, a linda galeria dos mamíferos e fizemos a viagem pelo Globo (subimos por um tapete rolante pelo meio de uma estrutura feita de ferro, zinco e cobre que simboliza a composição da Terra). Mais o que gostei mesmo foi da espectácular exposição, permanente, de esqueletos de dinossauros.


Galeria dos mamíferos
Galeria do Globo


Galeria dos dinossauros


Ovos e bébés dinossauros

Todos estes museus têm exposições permanentes gratuitas e por vezes exposições temporárias que são pagas. E existiam muitos mais em Londres para serem visitados gratuitamente (pelo menos algumas das exposições): National Portrait Gallery, Tate BritainScience Museum...
(Deve haver mais...quem souber que me diga...)

A nível cultural, Londres é tão boa como nenhuma outra!



2 comentários:

  1. Pois é...museus que dão para passar lá algumas horas (senão dias) e gratuitos (todos os dias)!

    ResponderEliminar