terça-feira, 7 de junho de 2011

Londres VI (Windsor)

No dia seguinte (e último em Londres) decidimos ir a Windsor, onde existe o castelo habitado mais antigo do mundo e a residência oficial da Rainha e familia Real. Este castelo foi construído com o objectivo de proteger a entrada ocidental de Londres, num local elevado e a pouca distância da outra base (a Torre de Londres, falada num post anterior), pelo Rei William, em 1070.

Depois de termos saído na estação de Victoria Station, apanhamos o metro para Paddington, aí apanhamos o comboio em direcção a Slough e aí apanhamos outro comboio para Windsor. O percurso demorou uma hora, mas valeu bem a pena.

O castelo é lindissimo (o mais bonito que vi até hoje) com os seus magnificos e luxuosos apartamentos do Estado recheados de tesouros Reais, a St George's Chapel, a Queen Mary's House...
E apesar do castelo ser bem grande e da grande área que ocupa, a cidade é bem pequena (e sem grandes atracções, à excepção de algumas lojas e restaurantes), em comparação com Londres, é claro!


Perto da entrada do Castelo

A Torre Redonda era, originalmente, feita de madeira, tendo no século XII sido reconstruída em pedra. Quando a Rainha está no castelo, aqui é hasteada a bandeira real.


Torre Redonda


Estivemos a ver a casa de bonecas da Rainha Mary que é uma delícia. Foi mesmo uma pena não poder tirar fotos, pois a casa é um espectáculo. Além de ter os móveis, os jardins, as jóias, as armaduras, os móveis todos tão perfeitos numa escala 1:12, tem também luz eléctrica, água quente, água fria e até na cave se pode encontrar vinho genuíno.  Foi desenhada, por Sir Edwin Lutyens, para a Rainha Mary (esposa do Rei George V) e concluida em 1924. Demorou 3 anos a ser executada e contou com a ajuda de 1500 artesãos.

Depois fomos ver os aposentos oficiais que são esplendorosos. Além de uma série enorme de quadros, gravuras, esculturas, livros, manuscritos e outras obras de arte (nas exposições temporárias), os apartamentos Reais apresentam grande contraste entre eles, dependente da pessoa que os ocupasse.  Ficamos muito impressionados com os salões das armas, pois muitas armas (facas, espingardas...) estavam expostas nas paredes a formarem conjuntos milimétricos e precisos, em formato circular ou na vertical.
Existem muitos outros aposentos mas não estão visitáveis ao público (à direita: estátua de Charles II):






Depois fomos visitar a St. George's Chapel: erguida nos séculos XV-XVI, é uma bonita obra gótica e local de sepultamento de 10 monarcas, incluindo o rei Henry VIII.


St. George's Chapel




Depois de termos almoçado em Windsor fomos para o centro de Londres, ver o Museu de História Natural (descrito num post anterior) e entrar no Harrods para ver as lojas (aquilo é tipo "El Corte Ingles"), em particular a parte alimentar.





Sem tempo a perder, apanhamos um autocarro e fomos ver Little Venice. É uma pequena área muito tranquila, com alguns canais de água, barcos e um lindo jardim.




No lindo jardim de Little Venice


Embora tenha ficado muita coisa por fazer, com o tempo que dispunhamos, tentamos aproveitar ao máximo esta imensa e majestosa cidade!




4 comentários:

  1. Olá Marta

    Gosto muito do seu blog, que descobri há pouco tempo.

    Gostaria de saber quantos dias estiveram só em Londres.

    obrigada
    Sonia Ramos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sónia,

      Obrigada pelo seu comentário neste blog. Em relação à sua questão, salvo erro, foram 5 dias em Londres... Beijinho.

      Eliminar
  2. Obrigada pela resposta Marta.
    Estou agora a acompanhar com curiosidade os posts sobre Budapeste, uma linda cidade que já conheci há uns anos, mas que não me importava de lá voltar...

    beijinho

    Sonia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é que agradeço pelo seu comentário, Sónia. Beijinho.

      Eliminar