quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Um salto até Alcoutim (Portugal)!



Uh-uhhhh! Bora lá dar um saltinho até Portugal, na primeira tirolesa transfronteiriça do mundo?! Uns míseros 40 segundos bastam para nos fazer "voar" os  720 metros de comprimento e passar da terriola espanhola Sanlúcar do Guadiana até Alcoutim, uma pequena vila raiana algarvia.

Mas, antes disso, nada como um belo banho na aprazível praia fluvial do Pego Fundo, situada em Alcoutim e depois a travessia de barco até à outra margem, quero dizer até ao país vizinho: Espanha!

Apesar de ser verão e as multidões serem mais que muitas no algarve, nesta pequena praia fluvial ainda é possível encontrar alguma tranquilidade e água quente q.b [isto, porque a água, no geral, este ano, esteve sempre muito fria no verão].




As margens da praia inserida num pego da Ribeira dos Cadavais, afluente do rio Guadiana, estão revestidas por canavial e várias árvores de fruto. Com fácil estacionamento, possui ainda boas infraestruturas como bar, wc, duche e aparelhos de ginástica ao ar livre num bonito espaço ajardinado, onde passamos um bom bocado (e apesar de ser em agosto tivemos sempre espaço para colocar as toalhas e nos banharmos, apesar da praia ser pequena).




Depois fizemos a travessia num pequeno barco até Sanlúcar (existem de hora a hora) num pequeno passeio de 10 minutos (custo de 1€/pessoa/trajeto) e, apesar de não termos feito reserva (pode ser feita no site: www.limitezero.com), aguardamos um pouco [enquanto esperávamos assistimos a uma demonstração de um invulgar desporto: flyboard] e conseguimos fazer à mesma o passeio na tirolesa (preço de 17€/pessoa/trajeto incluindo o bilhete de regresso de barco para Espanha).






Munidos com os respetivos arnês e capacetes fomos depois de jipe até à plataforma de partida, onde nos deslumbramos com estas belas vistas sobre os montes salpicados de pequenas árvores esverdeadas e o seu rio azulado no meio.

                            

Os últimos metros até à plataforma foram feitos a pé, depois de ter sido entregue a última peça do equipamento. E a 100 metros de altura, seguindo as indicações dadas, qual "super-homem" voamos até à outra margem e foi sensacional, especialmente termos passado por cima das embarcações do rio Guadiana.








E a 15 metros de altura terminamos o breve voo, em Alcoutim (e garanto-vos que teria gostado mais, senão tivesse andando com tantas dores de cabeça)! Como não regressamos a Sanlúcar devolveram-nos o preço do passeio de barco e acabamos a noite com uns deliciosos secretos e plumas de porco preto, acompanhados de arroz, batata frita, salada incluindo ananás grelhado no restaurante Camané, desta terra quase deserta, com pouca vida e baixa natalidade (no primeiro semestre deste ano nasceram lá apenas duas crianças).

Por isso, devo dizer que esta atração é muito boa para divulgar, promover e impulsionar o desenvolvimento de ambas as terras, especialmente a Portuguesa [impressionante o contraste entre as conversas "apagadas" dos portugueses com a animação dos vizinhos espanhóis, em ambas as margens]!

4 comentários:

  1. It's not for me .... ficam as plumas e os secretos, moderadamente !

    ResponderEliminar
  2. Gosto muito de Alcoutim mas nunca experimentei o salto!
    Paula
    vidademulheraos40.blogspot.com.

    ResponderEliminar
  3. Uau! Esse slide é brutal! :) Já lá ia!

    ResponderEliminar